portal seguro e saúde

Como aliviar dores crônicas

Em:12/12/16 Por:barela

Muitas pessoas são obrigadas a conviver com dores crônicas. Dor nas costas, enxaqueca, entre outros, são incômodos que milhões de pessoas têm que suportar todos os dias sem, necessariamente, sofrerem de alguma doença grave.

Como aliviar dores crônicas

Algumas providências e hábitos podem eliminar ou aliviar esses transtornos e, em primeiro lugar, evitar que evoluam para quadros mais severos. Veja algumas orientações:

1 – Fazer um diagnóstico

Toda dor significa que algo não está bem com o seu corpo. Pode ser alguma alteração passageira ou sinal de que algo mais grave, como um infarto, por exemplo, está se formando. A medida mais importante para lidar com as dores, portanto, é procurar um médico para fazer o diagnóstico. Dessa maneira você vai prevenir doenças sérias e ter as melhores orientações sobre como proceder em cada caso.

2 – Fazer atividade física

É comum que pessoas que sofrem com dores crônicas evitem atividades físicas por causa de incômodos e receio de que a dor aumente. Isso, no entanto, é um erro. A falta de exercício faz com que as regiões próximas à que está dolorida fique tensionada e a dor acaba se espalhando. O movimento ajuda a tratar, cuidar e prevenir esse desconforto – ele restabelece o equilíbrio articular, lubrifica as articulações e fortalece a musculatura. O exercício deve ser leve, específico para a área atingida, progressivo e individualizado.

3 – Ser rigoroso com a fisioterapia

Para a maioria das pessoas, fisioterapia é chato, cansa e demora para dar resultados. Mas ela é fundamental quando recomendada pelos médicos para aliviar dores e recuperar lesões e movimentos. Em geral, é o principal fator para chegar à solução do problema.

A fisioterapia é um tratamento comprovadamente eficiente que não prejudica o organismo como pode acontecer com o uso continuado de medicamentos, que pode provocar lesão nos rins e fígado.

Portanto, é fundamental que a fisioterapia, quando indicada pelo médico, seja realizada regular e completamente.

4 – Fazer tratamentos complementares

Além das recomendações médicas, tratamentos complementares podem auxiliar no combate às dores. Atividades como meditação, yoga e acupuntura, por exemplo, podem oferecer bons resultados.

5 – Não tomar remédios por conta própria

Brasileiro tem o hábito de, no primeiro sinal de dor, tomar remédios por conta própria. Seguem dicas de amigos, parentes e do farmacêutico. Em muitos casos, isso apenas torna a situação mais grave, fazendo com que o organismo se acostume com as drogas de uso contínuo e não façam mais efeito.

Antes de iniciar qualquer tratamento com remédios, portanto, é indispensável ter orientação profissional.

6 –  Não mude o tratamento por conta própria

Se você suspeitar que o tratamento não está tendo resultado, não pare ou mude por conta própria. Nesse caso, fale com o médico e explique o que está pensando e sentindo. Com essas informações, o profissional será capaz de promover correções, se for necessário.

Fonte: Portal Minha Vida

Comentários

Solicite seu
Orçamento Online

Solicite um orçamento online dos produtos comercializados pela Barela de modo simples e prático. Preencha os campos ao lado e envie o seu pedido. Em breve, nossa equipe entrará em contato.

  • 20 anos de experiência de mercado.
  • As maiores operadoras e seguradoras nacionais.
  • 500 mil clientes entre empresas e pessoas físicas.
  • Sim Não