portal seguro e saúde

Evite prejuízos com doenças laborais

Em:13/11/17 Por:barela

Um bom plano de saúde aumenta a qualidade de vida do trabalhador e garante afastamentos mais curtos em casos de necessidade de tratamentos

As doenças conhecidas como “laborais” afastam centenas de milhares de pessoas das suas atividades profissionais todos os anos. Apenas por dor nas costas, mais de 116 mil trabalhadores ficaram ausentes do trabalho por períodos de, no mínimo, duas semanas em 2016. Quando isso acontece, bem sabem os gestores, gera prejuízos com perda de produtividade, pagamento de horas-extras, contratação e treinamento de substitutos temporários etc.

Quando o empregador não tem plano de saúde empresarial, dependendo do caso, ainda podem ocorrer gastos severos com o pagamento de tratamento médico e eventuais cobranças em processos judiciais. Trata-se, portanto, de um risco com potencial significativo que deve ser observado com atenção pela administração.

Ter um bom plano de saúde é indispensável para mitigar possíveis prejuízos. A vantagem mais óbvia neste caso é que as doenças ou acidentes vão receber assistência sem custo adicional para a empresa ou para o funcionário. Mais do que isso, existe a garantia de que o profissional vai receber um tratamento de qualidade responsável por restabelecer o paciente da melhor maneira e em menos tempo. Sem o plano é comum que o funcionário nem busque um tratamento, utilizando o afastamento somente para aliviar os sintomas, ou entre em uma fila de espera do SUS.

Um bom plano de saúde, no entanto, além de remediar a doença com eficiência, deve ser um agente de prevenção, ou seja, ser utilizado para promover a saúde da equipe.

Grande parte das doenças laborais não acontecem do dia para a noite. São condições que se agravam com o tempo, às vezes por conta de esforços repetitivos, e que podem ser facilmente curadas com o diagnóstico precoce. Neste caso, a informação também serve para corrigir a prática ou equipamento que está causando o problema e prevenir novas ocorrências. Exames médicos periódicos, cobertos pelo plano de saúde, servem para isso e para apontar outras peculiaridades da saúde do funcionário que o impeça de executar determinada função, por exemplo.

O acesso aos serviços de saúde proporcionado pelo plano também deve servir como gancho para a empresa implantar uma cultura de bem-estar corporativo. Incentivar que os profissionais sejam rigorosos com verificações médicas de rotina e tomem a iniciativa de adquirir hábitos saudáveis, inclusive participando de atividades internas, promovidas pela gestão de recursos humanos.

A melhor maneira de evitar as doenças laborais é a prevenção. Promover a saúde deve ser a prioridade e o plano de saúde oferece vários mecanismos para os gestores alcançarem esse objetivo.

Comentários

Solicite seu
Orçamento Online

Solicite um orçamento online dos produtos comercializados pela Barela de modo simples e prático. Preencha os campos ao lado e envie o seu pedido. Em breve, nossa equipe entrará em contato.

  • 20 anos de experiência de mercado.
  • As maiores operadoras e seguradoras nacionais.
  • 500 mil clientes entre empresas e pessoas físicas.
  • Sim Não