Dia da Não Violência: homenagem ao líder pacifista Mohandas Gandhi

 em Para Você

A data de hoje (30 de janeiro) é reconhecida pela ONU (Organização das Nações Unidas) como o Dia da Não Violência, em homenagem ao líder pacifista Mohandas Karamchand Gandhi, que foi assassinado nesse mesmo dia, em 1948. O intuito é chamar a atenção para a paz e o respeito aos direitos humanos.  A luta de Gandhi tinha como base quatro principais pensamentos: o amor, a verdade, a não-violência e a não-cooperação.

As reivindicações propostas pelo movimento de pacificação tinham como filosofia o combate da violência com amor, seja por meio de diálogos, petições, manifestações públicas, marchas e etc.

Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, sendo a escolha desta data como o Dia Internacional da Não-Violência.

Dia da não Violência no Brasil

Por aqui, o número de pessoas mortas de forma violenta é superior ao registrado em países em guerra, como a Síria, de acordo com o Atlas da Violência, publicação do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entre as vítimas, os mais afetados são os jovens entre 15 e 29 anos.

Apps do bem

Não é apenas para entretenimento e praticidade que os aplicativos existem. Eles também servem para proteger, principalmente mulheres e crianças, de situações de violência e abuso. Listamos os mais interessantes:

Proteja Brasil – Criado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), orienta crianças e adolescentes a identificar e denunciar situações de violência.

Safetipin – Avalia ruas, parques e praças, considerando critérios como iluminação, visibilidade e movimentação. Ao entrar em alguma área considerada de risco, uma mensagem de alerta é enviada automaticamente para um contato de segurança escolhido pelo usuário.

Clique 180 – Além de possuir a lei Maria da Penha na íntegra, o aplicativo mostra delegacias mais próximas e orienta as mulheres sobre diversos tipos de agressão que elas podem sofrer sem ter a consciência de que são considerados violência.

Aedes Aegypti: meses de novembro a maio são os mais perigososDia Mundial de Luta Contra o Câncer