Tabagismo: vilão da saúde pública

 em Dicas de Saúde, Para Você

Não é à toa que o tabagismo é considerado um dos maiores vilões da saúde pública: trata-se do principal causador de doenças em todo o mundo, por trazer em sua composição substâncias nocivas e que se acumulam no corpo ao longo dos anos de vício.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o consumo de tabaco está associado a 50 doenças diferentes – a maioria são problemas cardiovasculares e cânceres. Já a OMS (Organização Mundial da Saúde) alerta que, a cada seis segundos, uma pessoa morre por alguma doença relacionada ao tabaco, o que dá um total de seis milhões de mortes por ano. Se nada for feito contra essa epidemia, até 2030 o número de óbitos pode chegar a oito milhões.

Doenças causadas pelo tabagismo

Câncer de Pulmão

Esse é um dos cânceres mais comuns no Brasil, ele surge devido ao contato das substâncias do cigarro com os finos tecidos dos pulmões. O câncer de pulmão trás vários sintomas, como: falta de ar, tosse excessiva ou com sangue, e emagrecimento.

Vale lembrar que essa doença é silenciosa, e só causa indícios quando o problema já está em um estágio avançado. Por isso, é importante se prevenir desse problema, e caso você seja fumante, chegou a hora de parar com esse vício, antes que ele afete a sua vida!

Úlceras Gástricas

O uso do cigarro aumenta 4 vezes mais a chance de desenvolver úlcera gástrica ou outras doenças da área gastrointestinal, como: gastrite, refluxo, e doença inflamatória intestinal. Por isso, é muito comum que pessoas fumantes passem a sentir dores no estômago, queimação, má digestão e alterações no ritmo intestinal.

Infarto e AVC

Para quem é fumante, o uso constante do cigarro acaba causando inflamações nas paredes sanguíneas, aumentando as chances do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como: infarto, AVC, trombose e aneurismas.

Logo, a pessoa que fuma tende a apresentar sintomas de pressão alta, dores no peito, e afins. É muito importante, se você sentir algum desses sinais, procurar um médico rapidamente, pois nesses casos qualquer minuto perdido pode ser fatal.

Impotência Sexual

Quando o homem passa a ter o cigarro como vício, surgem vários problemas como a impotência. Isso ocorre, pois a nicotina altera a liberação de hormônios importantes para o contato íntimo, e inibe o fluxo sanguíneo que bombeia o sangue para o músculo que mantém a ereção. Logo, os fumantes tendem a ter dificuldades para manter o contato íntimo até o final, o que causa vários constrangimentos. Mas, se você largar esse vício hoje, esse problema pode ser revertido.

O tabagismo tem cura

A boa notícia é que, sim, é possível largar o vício. Claro que é preciso adotar uma certa preparação para abandonar o hábito e, principalmente, para se manter forte para evitar recaídas, mas tudo isso compensa quando conferimos os benefícios que vêm a seguir.

Para saber o que o corpo tem a ganhar com o fim do vício em cigarro, acesse o especial sobre o tema produzido pela It’sSeg, nossa marca que atua na gestão de benefícios para grandes empresas.

Dezembro Laranja