Plano de saúde para gestantes: quando é hora de contratar?

 em Planos de Saúde

Com um plano de saúde para gestantes, você conta com algumas garantias para que tudo siga conforme o planejado, com o acompanhamento de médicos e profissionais capacitados, que te darão suporte para uma gravidez mais tranquila e segura.

A gravidez é um momento único na vida, geralmente acompanhada de ocasiões inesquecíveis ao lado de familiares e amigos ansiosos pela chegada do novo membro da família. O período de gestação deve ser tratado com prioridade.

Antes de tudo, é importante saber que os planos de saúde possuem diferentes segmentações, como a hospitalar, que inclui internações; a ambulatorial, que inclui consultas e exames; e a obstétrica, que inclui procedimentos relacionados ao pré-natal, a assistência ao parto até o puerpério (pós-parto).

Se você tem planos de engravidar, então deve optar por um plano hospitalar com obstetrícia. Essa modalidade engloba as coberturas do ambulatorial e hospitalar, assim como os procedimentos referentes ao parto e neonatal.

Porém, ao procurar por um plano de saúde com obstetrícia é preciso levar em conta alguns fatores. O primeiro deles é saber se a gravidez é planejada ou não, pois, este fato influencia (e muito!) os serviços que estarão cobertos para a mãe e o bebê.

Antes da gravidez

Se você pretende engravidar ou está se planejando para isto, então, contratar um plano de saúde nesta época é a melhor opção. Dessa forma, você garante o atendimento desde o pré-natal até o fim da gravidez e não precisa se preocupar com consultas e exames, já que todos os serviços devem estar incluídos no seu plano com obstetrícia.

Contratar um plano de saúde antes da gravidez também assegura seu direito de ter as despesas do parto cobertas pela operadora, pois, de acordo com a lei, o período de carência para esse tipo de procedimento pode chegar até 300 dias. E ainda será possível incluir seu bebê no plano, de forma gratuita.

Durante a gravidez

Como explicamos, o ideal é que o plano de saúde seja contratado antes da gravidez para poder usufruir de 100% do serviço. Isso porque, as operadoras determinam o período de carência, que é o tempo que você terá que esperar para ser atendido pelo plano em um determinado procedimento.

Em algumas circunstâncias, a carência pode chegar a 6 meses; enquanto que para realizar o parto, as operadoras costumam pedir até 300 dias.

Porém, se você já está grávida, mesmo que o parto e alguns exames não possam ser realizados pelo convênio médico, ainda é possível aproveitar outros serviços que não demandam um período tão longo de carência.

Além do mais, caso tenha alguma complicação até a 37ª semana de gestação, seu atendimento é garantido, pois se enquadra na condição de urgência e emergência.

Como incluir o bebê no plano de saúde

Para incluir o bebê no plano de saúde, é preciso cadastrar a criança dentro do prazo de 30 dias após o nascimento. Solicite a inclusão para a operadora e apresente a certidão de nascimento do recém-nascido. Esse é um dos documentos indispensáveis para o cadastro, que é um processo relativamente simples e rápido.

Os planos de saúde podem ter algumas variações em relação aos serviços oferecidos para o bebê. A maioria garante acompanhamento pós-natal, com cobertura de exames como: ultrassonografia, exame de sangue, urina, entre outros.

Médicos e hospitais

Outro ponto importante é em relação à equipe médica e o hospital escolhido para realizar o acompanhamento da gestação até o momento do parto. Vale lembrar que, caso eles não façam parte da rede de atendimento do plano, a operadora só é obrigada a cobrir as despesas em casos de emergência e urgência.

Por isso, verifique se os médicos e a maternidade ou hospital estão incluídos na rede de credenciados do plano contratado, caso contrário, os gastos deverão ser custeados pelo beneficiário.

Uma sugestão para quem quer fazer um planejamento da gestação é se organizar com 10 meses de antecedência, e iniciar as tentativas para engravidar apenas 2 meses após a contratação do plano. Assim, você consegue escolher qual o melhor plano que vai te atender nessa jornada, bem como médicos, maternidades e hospitais.

 

FICOU INTERESSADA?

CONVERSE COM UM DE NOSSOS CONSULTORES.

remédioscalculadora